Segurança Perimetral

O sistema de segurança perimetral é de muito importante para detectar e antecipar a tentativa de invasão, produzindo alarmes sonoros e de alto alcance em locais remotos com a finalidade de proteger o imóvel e a integridade dos ocupantes.

Existem vários equipamentos de segurança eletrônica indicados para proteção de zonas de acesso, sendo as mais diversificadas funções e aplicações.

Para quem deseja inibir e dificultar uma invasão por cima de ambientes murados ou cercados pode-se utilizar de cerca elétrica, concertina ou um sistema de alarme através de sensores infravermelhos.

A vantagem que se pode obter neste tipo de proteção é que se o invasor não consegue entrar despercebido no ambiente protegido e dificilmente ele terá êxito no seu objetivo, quer seja roubar, agredir ou prejudicar de alguma maneira alguém. A ANCONSEG realiza instalações e projetos dos mais variados tipos de sistemas de segurança perimetral:


Cerca Elétrica.
Atualmente é o sistema mais usado na proteção de muros devido ao seu baixo custo.

A cerca elétrica tem a função de afugentar o invasor, aplicando uma tensão de aproximadamente 10 mil volts de forma pulsante, com uma média de 60 pulsos por minuto com baixa amperagem, significa que o efeito é moral não causando lesões como queimaduras ou riscos contra a integridade física de animais ou pessoas que nela venham tocar.

Esse sistema é armado e desarmado através de controle remoto e em caso de falta de energia ele continuará funcionando alimentado por uma bateria que se encontra no interior da central de shock. Se alguém tentar cortar os fios, um alarme é disparado, da mesma forma acontece quando uma descarga elétrica é disparada contra alguém que encostou nos fios.

A cerca elétrica poderá ser composta de 4, 6 ou 8 filamentos de fio de aço inox instalado em hastes de alumínio maciço com repuxo automático para manter os fios de aço sempre esticados e isoladores de nylon que não ressecam com o passar do tempo.


Concertina:

A cerca concertina é uma barreira de segurança laminada, de forma espiralada. Possui lâminas pontiagudas, cortantes e penetrantes. Essas barreiras são formadas por um arame de aço encapado por uma lâmina de aço inox ou galvanizado com pontas perfurantes e inflexíveis. Essa proteção pode ser utilizada em muros, alambrados, cercas, portões, telhados e torres.


Sensor Infravermelho Ativo:

São equipamentos ligados a centrais de alarme que em conjunto fazem a proteção de murros, cercas, cercados, ou terrenos lineares. Esse sensor projeta feixes de raios infravermelhos, do emissor para o receptor. No momento em que o invasor tentar transpor o muro, consequentemente vai interromper o feixe de luz, disparando o alarme.

O alcance desses sensores pode variar de 20 a 1.500 metros. No entanto, para podermos definir zonas de detecção de invasão é recomendado que cada zona não ultrapasse 150 metros, pois o alinhamento entre o receptor e o emissor será difícil e o feixe poderá ser interrompido,como por exemplo, por uma forte chuva.

Para evitar alarmes falsos (ex: gatos e passarinhos) o interessante é adquirir o sensor infravermelho ativo de feixe duplo ou múltiplo.